quarta-feira, 12 de Março de 2014

Embaixada da Água

A Embaixada da Água arranca no próximo dia 22 de março, dia mundial da Água, e só termina em outubro!
Visitas guiadas a rios e praias, fontes e águas subterrâneas, em toda a Área Metropolitana do Porto. Imersão no património cultural e natural associado à Água. Experiências e palestras, para todas as idades. O eterno ciclo da Água que passa pelas nossas torneiras.

São 50 propostas de fazer crescer água na boca! E se participar em pelo menos 10 ações, recebe um diploma e um conjunto de prémios para toda a família. No dia 22 de março, no Pavilhão da Água e pelas 10h00, irá decorrer a apresentação oficial do programa, uma palestra com o tema "A Água no Mundo" e uma Prova de Águas, dinamizada pela Confraria da Água (que nesse dia celebra 10 anos).

Mais informações em http://embaixadadaagua.blogspot.pt
Venha e divirta-se nesta grande Festa da Água!


Água, um elemento tão simples e simultaneamente misterioso. É essencial à vida e capaz de a destruir com a sua imensa força. Serve para beber, lavar, regar, curar e benzer. Cerca de 80% do cérebro é composto por água. Já pensou nisso?

quarta-feira, 5 de Fevereiro de 2014

Troca de experiências

O CRE.Porto lançou um programa de intercâmbios para técnicos dos equipamentos de educação para o desenvolvimento sustentável. A ideia é que os técnicos desenvolvam atividade noutro equipamento durante um período limitado, de forma a partilhar experiências. A Sónia Carvalho, do Pavilhão da Água, foi a estreante do Programa.
Partilhamos o seu testemunho: "Tive a oportunidade de integrar o Centro de Educação Ambiental (CEA) das Águas do Douro e Paiva (AdDP), em outubro de 2013. E participei em duas atividades, nomeadamente fabrico de sabão a partir de óleo de cozinha usado e visita técnica à ETA de Lever e laboratório de produção. Com esta participação, foi possível aperceber-me da dinâmica das oficinas, dos recursos necessários e do trabalho desenvolvido antes e após as mesmas. Sendo o conteúdo da última, de extrema relevância para a área dos recursos hídricos, em que trabalho. Foi ainda possível conhecer melhor os espaços do CEA, os seus objetivos e funcionamento.
Considero que esta experiência foi muito enriquecedora, uma vez que me permitiu conhecer e viver outra realidade. Senti que foi importante sair, por dois dias, do Pavilhão da Água e, estando noutra instituição, perceber quais os pontos fortes e fracos do trabalho que desenvolvemos e o que podemos melhorar. Este intercâmbio foi igualmente importante para o estreitamento de relações entre o CEA da AdDP e o Pavilhão da Água."

sexta-feira, 13 de Dezembro de 2013

Estágio-emprego IEFP com o FUTURO - projeto das 100.000 árvores: candidaturas até 17 de dezembro

A Universidade Católica Portuguesa – Escola Superior de Biotecnologia (UCP-ESB) informa que está aberto um processo de recrutamento e seleção de um estagiário na área da biologia e afins para reforço da equipa do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto, uma iniciativa desenvolvida no âmbito do Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto.

Este processo tem como objetivo identificar o candidato que a UCP-ESB proporá na candidatura na Medida Estágio-Emprego a ser apresentada ao Instituto de Emprego e Formação Profissional (até 31.12.2013) sendo que a contratação só se efetuará no caso da candidatura ser aprovada.

Para formalizar a sua candidatura por favor consulte: Anúncio do processo de recrutamento e seleção de estagiário na área de biologia e afins

Prazo de candidatura até 17.12.2013
Para obter esclarecimentos adicionais poderá contactar:

Questões relativas ao plano de trabalhos proposto
Email: mspinto@porto.ucp.pt
T +351 225 580 091; ext. 1291

Questões relativas ao processo de candidatura
Direção de Gestão de Pessoas
Email: gpessoas@porto.ucp.pt
T +351 225 580 006; ext. 1206

quinta-feira, 12 de Dezembro de 2013

Sociedade Civil

Participação no programa Sociedade Civil, emitido na RTP2 no dia 23 de julho de 2013, com o tema "Educação para a sustentabilidade em Portugal". O CRE.Porto, a rede de equipamentos na Área Metropolitana do Porto e o projeto 100.000 árvores em destaque. Para ver na íntegra, consulte este LINK

segunda-feira, 2 de Dezembro de 2013

Oficina de teatro

Com o objetivo de reforçar a capacitação dos técnicos de educação para o desenvolvimento sustentável da Área Metropolitana do Porto foi dinamizada a Oficina de Teatro “Ambiente com expressão”, no dia 28 de novembro de 2013, nas instalações do Parque Biológico de Gaia. A expressão dramática é sem dúvida umas das ferramentas mais efetivas de sensibilização e mudança de comportamentos. Entre zips, zaps e boings foram partilhadas experiências, desinibidos os movimentos e trabalhados os princípios da presença em palco. Participaram 20 técnicos das Águas do Douro e Paiva, autarquias de Gondomar, Oliveira de Azeméis, Porto e Valongo, do Parque Biológico de Gaia e do Pavilhão da Água. Dinamização por Marco Ferraz, da AMBIEDUCA. Ver FOTOS
Co-financiamento:

segunda-feira, 25 de Novembro de 2013

Inovação Social

No dia 9 de dezembro, segunda-feira, irá ter lugar um Workshop sobre Inovação Social, dirigido aos responsáveis e técnicos dos equipamentos de educação para o desenvolvimento sustentável da Área Metropolitana do Porto e outros interessados.
O empreendedorismo e a inovação social são ferramentas poderosas que podem, e devem, ser integradas numa estratégia de educação para o desenvolvimento sustentável. Iremos discutir conceitos e práticas e apresentar o retrato do empreendedorismo social na Área Metropolitana do Porto. Mais informações aqui. Inscrições através de formulário disponível aqui.

sexta-feira, 15 de Novembro de 2013

Futuro na Croácia

O CRE.Porto foi apresentado na Croácia no âmbito da visita de estudo internacional "Sustainability in education – From curriculum to reality" que se realizou de 14 a 17 de outubro de 2013. O projeto FUTURO foi considerado pelo grupo internacional um exemplo de boas práticas devido ao impacto direto no território e a capacidade de sensibilização para as questões ecológicas.
Alguns dos aspetos debatidos na visita foram:
  1. A pluralidade de perspetivas sobre o tema, nomeadamente de ONGs, governos,educadores e investigadores, que conduz à necessidade imperiosa de criar (mais) espaços de diálogo e colaboração
  2. A necessidade de aprofundar e operacionalizar o conceito de educação para o desenvolvimento sustentável, já que aparentemente “cabe tudo” 
  3. As realidades díspares que existem nos sistemas de ensino, nomeadamente ao nível do desenvolvimento curricular e contexto económico, mas ainda assim a proximidade entre as questões mais debatidas e os desafios prementes nos vários países participantes (Alemanha, Espanha, Irlanda do Norte, Itália, Letónia, Macedónia, República Checa e Roménia).
A visita foi financiada pelo Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida. Na imagem boneco de bolotas produzido pela eco-escola Vukomerec (Zagreb), um dos locais visitados.

quarta-feira, 23 de Outubro de 2013

jovens cocriativos


11 jovens, que não se conheciam, juntaram-se e fizeram um filme em 3 dias, incluindo conceção do guião, filmagens, montagem e distribuição. O objetivo final era um mundo melhor. Tiveram o apoio da Católica Porto e da TV Cocriativa que organizaram as oficinas de cocriação multimédia, com ajuda da CM Cascais, do IPDJ e da Fundação de Seralves. Ação integrada no CRE.Porto e nos cursos de verão da Católica. Resultado final aqui.

quinta-feira, 3 de Outubro de 2013

Valongo, a serra mesmo aqui ao lado

No passado dia 5 de setembro 2013 decorreu mais uma visita técnica no âmbito do programa de visitas a Equipamentos de Educação para o Desenvolvimento Sustentável do CRE.Porto. O Município de Valongo foi o anfitrião do encontro onde os participantes puderam conhecer de perto o trabalho de sensibilização e formação desenvolvido pelo município, nomeadamente nos dois equipamentos da autarquia.
A visita iniciou-se no Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental, localizado na Vila Beatriz em Ermesinde. Este equipamento, dedicado ao ambiente urbano, aborda especialmente temas como transportes e mobilidade, qualidade do ar e ruído, tem um centro de recursos vocacionado para professores e educadores, uma sala com um circuito interativo de experiências para os mais novos e um importante fundo documental.


O segundo equipamento visitado, o Centro de Interpretação Ambiental tem como principal objetivo divulgar o património das Serras de Santa Justa e Pias focando a vertente biológica (sítio Rede Natura 2000), geológica e cultural (Parque Paleozoico de Valongo). Em ambos os espaços, a equipa multidisciplinar desenvolve diversas atividades pedagógicas de educação para a sustentabilidade (desde oficinas, ações de formação, monitorização, experiências, debates, exposições, visitas guiadas, etc.) para públicos diversos.
O programa da visita técnica terminou com a ida dos participantes a um dos locais mais emblemáticos da serra de Santa Justa - o Fojo das Pombas. Este local resultou da extração de ouro na época dos romanos e é um dos habitats de preferência de várias espécies.

quinta-feira, 19 de Setembro de 2013

Equipamentos de educação ambiental

Na Área Metropolitana do Porto são cerca de 40 os equipamentos de educação ambiental. De forma a partilhar experiências está em curso um programa de visitas técnicas. Já fomos conhecer o Parque Biológico de Gaia, os Centros de educação ambiental da Maia, o Centro de Educação Ambiental do Núcleo Rural do Parque da Cidade, a LIPOR e o os Centros de educação ambiental de Valongo. A próxima visita será no dia 15 de outubro ao recentemente inaugurado Centro de Educação Ambiental da Quinta do Passal, em Gondomar. Caso queira participar por favor contacte-nos

terça-feira, 17 de Setembro de 2013

Basta! Eu não faço lixo...

A LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto – é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos oito municípios que a integram: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde. A promoção da educação ambiental é uma das prioridades de intervenção, servindo de suporte à sua atuação, em especial nas áreas da reciclagem e prevenção. Tudo começou em 1996, com o GIL (Gabinete de Informação LIPOR). Atualmente são 11 técnicos dedicados a esta área.
Uma das iniciativas mais emblemática e bem conhecida é a Horta da Formiga (centro de compostagem caseira, também dedicado à agricultura biológica e combate ao desperdício alimentar). Por exemplo, no curso de sobras requintadas, pode-se aprender como fritar e comer cascas de banana - quem já provou, diz que vale a pena!
Recomenda-se também uma visita ao Parque Aventura, provavelmente o projeto de requalificação ambiental de maior sucesso em Portugal (em 2012 recebeu cerca de 26.000 visitantes). No antigo aterro de resíduos nasceu um espaço onde se pode passear, praticar desporto e aprender. E a entrada custa tanto como reciclar, ou seja, nada! Basta trazer papel/cartão ou embalagens de plástico/metal. Aliás, de todas as atividades, apenas os campos de férias têm custos para os participantes.
Ambos estes equipamentos de educação ambiental localizam-se nas instalações da Lipor em Baguim do Monte (Gondomar e Valongo), sendo ainda possível visitar o Centro de Triagem (que recebe os resíduos dos ecopontos e ecocentros) e a Central de Valorização Orgânica. Aproveite um dos próximos Sábados Verdes e faça uma visita (21 de setembro ou 23 de novembro de 2013).
21 de setembro
23 de novembro
Na página da internet, recentemente renovada, os conteúdos são muitos. Sugerimos que comece pelo mais importante: como não fazer lixo. Se representa uma instituição e quiser estabelecer uma colaboração mais duradoura na área da educação ambiental, o primeiro passo é aderir ao Clube Lipor.

terça-feira, 9 de Julho de 2013

Transportes Públicos.pt

O projeto social Transportes Públicos.pt, que gere um portal de buscas para percursos em transportes públicos, bicicletas e a pé, acaba de lançar uma campanha de crowdfunding.

O objetivo passa por pagar as despesas com servidores durante 6 meses, e ajudar a tornar o Transportes Públicos.pt como o motor de busca de referência para buscas intermodais em Portugal.

O vídeo de apresentação, que conta com Nuno Portas como entrevistado, poder ser visto aqui.

De acesso gratuito, de código aberto, de participação comunitária, rápido e eficaz, o Transportes Públicos.pt já funciona na Área Metropolitana do Porto. Com este crowdfunding pretende-se expandir a área de ação, aumentando também a quantidade de rotas existentes.

quinta-feira, 27 de Junho de 2013

Oficinas Cocriativas no Porto



O CRE.Porto promove a criatividade social dos jovens através da dinamização de workshops onde os participantes irão cocriar uma intervenção cívica dirigida para a sustentabilidade local.

As oficinas pretendem a capacitação para produção de conteúdos com recurso às novas tecnologias e resolução de problemas locais – os participantes identificam desafios/oportunidades ambientais, sociais ou económicas e elegem um para a mobilização por meio de conteúdos audiovisuais e intervenções cívicas. 
Serão realizadas duas oficinas em Cascais e uma no Porto (10/12 julho – inscrições abertas), em parceria com a CM Cascais, a TV Cocriativa e o IPDJ. Uma iniciativa CRE.Porto, gratuita para os participantes. Mais informação e inscrições

sexta-feira, 17 de Maio de 2013

O Artur Branco plantou um salgueiro porque se preocupa com a qualidade da água...


Espreite porque é que o Artur plantou um salgueiro, aqui. Obrigada pelo testemunho!
Este filme promovido pelo CRE.Porto e produzido por uma equipa de alunos da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa  faz parte da série 'Plantamos árvores, partilhamos testemunhos' na qual convidamos vários voluntários do FUTURO - projeto das 100.000 árvores nativas na Área Metropolitana do Porto a partilhar alguns dos benefícios que estas árvores trarão para tod@s nós.

quarta-feira, 15 de Maio de 2013

Educação Ambiental no Porto

Começou há muito muito tempo, no Reinado de D Afonso IV, em 1339, com os primeiros apelos à limpeza da Cidade. Atualmente são 6 os equipamentos de educação para a sustentabilidade no Porto, geridos pela Divisão de Gestão Ambiental e animados por cerca de 20 técnicos residentes. A saber: Quinta do Covelo, Parque de S. Roque, Núcleo Rural do Parque da Cidade, Parque da Pasteleira, Jardins do Palácio de Cristal e Quinta de Bonjóia (a que se juntam 3 parques infantis educativos no Amial, Azenha e Fontainhas). Como curiosidade o facto de nenhum deles ter sido originalmente pensado para centro de educação ambiental (os espaços adaptados, e bem, já foram jaulas - no Palácio de Cristal - ou casas de chá - em S. Roque). Apostam essencialmente em receber grupos de escolas, mas também participam em vários projetos e estão abertos a desafios. Quem quiser pode até propor utilizar os equipamentos para dinamizar as suas próprias ações de educação ambiental e já muitos o fazem. O ano passado foram cerca de 50.000 os participantes nas diferentes atividades, onde se destacam as 20 oficinas dinamizadas de forma permanente, que vão desde o "ambiente na cozinha" à "conversa com os animais". Também são promovidas oficinas sazonais dirigidas a famílias, dias comemorativos e uma feira de produtos de agricultura biológica (sábados de manhã no Parque da Cidade). Para saber mais, basta explorar este site e partir à descoberta.

quinta-feira, 21 de Março de 2013

Parque Biológico de Gaia

Antes de mais os nossos parabéns, faz hoje 30 anos que nasceu o Parque Biológico de Gaia! Começou pequenino, dinamizado pelo NPEPVS (Núcleo Português de Estudo e Protecção da Vida Selvagem), num terreno cedido pela Câmara Municipal de Gaia, que entretanto o adotou e integrou na sua estrutura. Hoje são mais de 40 hectares e é um projeto de referência a nível nacional e internacional (recebe cerca de 100.000 visitas por ano), pela sua atividade de educação ambiental e recuperação da fauna selvagem. Nada como o conhecer e até ficar por lá uns dias, em autocaravana ou na hospedaria, em família, com amigos ou alunos. Não vai faltar o que fazer! Para além das exposições, visitas guiadas (são 3km de trilhos de descoberta), observações de astronomia, temos as oficinas e campos de férias. São mais de 30 programas bem organizados, basta escolher! As noites de junho para observação de pirilampos, por exemplo, já se tornaram um must na Área Metropolitana do Porto! Numa próxima oportunidade, iremos visitar os restantes espaços educativos deste concelho, que não são poucos. Ah... à saída não se esqueça de passar por uma das padarias de Avintes e levar uma típica broa, que também pode provar no restaurante do Parque.

quarta-feira, 13 de Março de 2013

Centros de Educação Ambiental da Maia



No Complexo de Educação Ambiental da Quinta da Gruta, localizado no Castêlo da Maia, é dinamizada uma verdadeira “escola ambiental”, com laboratórios, auditórios, hortas e quinta pedagógica. Mas o ex libris é mesmo a cozinha, onde decorrem os workshops mais procurados. Provamos as bolachas de alfazema e adoramos!
O vasto programa de educação ambiental é dirigido a escolas, famílias e séniores e as ofertas esgotam sempre. O segredo, confessam-nos, é mesmo a divulgação escola a escola. Três técnicos dão conta do recado, 2 turmas de manhã e 2 à tarde. Sempre a abrir! Fora os programas especiais para as férias e tudo o resto, incluindo o programa “uma horta em cada escola” e o “ecodisco”, uma discoteca onde tudo é ecológico e que é sucesso garantido junto dos miúdos. Na Quinta da Gruta funciona ainda o Núcleo Regional do Porto da Quercus, que também dinamiza atividades.
No Parque de Avioso a educação ambiental é dirigida para o tema da floresta e biodiversidade. São 33 hectares para explorar, com trilhos, lagos, torres de vigia, restaurante (com uma esplanada única), equipamentos lúdicos para todas as idades e bicicletas para alugar. Em breve será possível passar aqui uma noite mas desde já recomendamos vivamente uma visita que inclua picnic.
Visitamos ainda o Zoo da Maia que foi recentemente remodelado e apresenta agora as melhores condições para receber visitas, que podem usufruir do seu programa científico e pedagógico. Não podem deixar de conhecer o Nico, lobo marinho que sabe separar o lixo, e a Asha, jovem tigre de poucos meses, que derrete qualquer coração.

sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2013

Visitas a equipamentos


Com o objetivo de partilhar experiências está em curso um programa de visitas técnicas a Equipamentos de Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EqEDS), dirigidas a responsáveis de equipamentos e equiparados.
Visitas já programadas ao Parque Biológico de Gaia (25 fevereiro), Maia (12 de março), Porto (7 de maio) e LIPOR (29 de Maio). Caso queira participar por favor contacte-nos

sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2013

Projeto do CRE.Porto premiado

O Prémio Terre de Femmes (em português, Terra de Mulheres) da Fundação Yves Rocher foi entregue ontem, em Lisboa, à Marta Pinto, coordenadora do CRE.Porto, pelo papel determinante que desempenha na implementação do FUTURO – o projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana. Este projeto visa criar floresta nativa nos 16 municípios da região e também promover a cidadania metropolitana em prol da sustentabilidade ambiental.

Esta distinção reconhece o empenho de todos os envolvidos no projeto, que são cerca de 35 instituições (publicas e privadas) e milhares de voluntários.

Parabéns a todos!

 Mais informações aqui.

quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2013

Estamos dia-a-dia a fazer o FUTURO :)

Saiba mais aqui: www.embaixadadafloresta.blogspot.pt